Diferenças entre seguro de veículo e proteção veicular?

Muitas pessoas confundem o seguro de automóveis com a proteção veicular, mas qual a diferença? Talvez por serem meio parecidos  algumas pessoas não saibam direito qual escolher na hora de comprar o seu carro. A diferença está na regulamentação, que na proteção veicular não é exigida,  mas no seguro sim. Afinal, fique conosco e descubra quais as maiores diferenças entre os dois.

O que é proteção veicular

Primeiramente devemos ressaltar que os usuários que compram carros hoje em dia tem uma certa dificuldade em saber o que devem contratar, a proteção veicular, ou o seguro do veículo? É  importante que tenhamos em mente todas as diferenças para que na hora da contratação não ficarmos em dúvida, vamos lá!

Detalhes

A proteção veicular é oferecida pelas associações, para cobertura de carros. As pessoas que a compram acabam por compartilhar os riscos de todo grupo. Ficou confuso não é? Isso significa que ao contratar a proteção veicular todos pagam um valor mensal. Sabe, como se fosse um fundo e se acontecer alguma coisa com qualquer um do grupo, como uma batida em seu carro esse fundo irá cobrir as despensas.

Valores

Todos do grupo devem arcar com os custos desse fundo, no entanto grupo tem um valor e você precisa encontrar o adequado para seu orçamento.

 O que é seguro de veículo

O seguro de automóveis e comercializado pelas seguradoras que são vinculadas ao órgão  Susep -(Superintendência de Seguros Privados). Quando a cliente contrata o seguro, de alguma a seguradora irá assumir todos os riscos envolvendo essa cobertura. Todavia foi contratada por esse cliente e ele paga por ela todo o mês. E quando acontece algum tipo de acidente ou sinistro já fica tudo preestabelecido na apólice de seguro.  Sendo assim, o seguro se organiza para dar total assistência ao cliente.

Diferenças entre Seguro e Proteção

Adesão proteção veicular

Vamos começar com a proteção veicular, essa costuma ser um pouco menos burocrática na hora da contratação. Além disso, é bem mais rápido que o seguro de automóveis. Através da proteção veicular, ao fazer o pedido, o cliente deve levar seu automóvel para uma inspeção e ela sendo feita basta efetuar o pagamento da taxa de adesão e a proteção começa vigorar, veja qual a diferença do seguro agora.

Adesão do seguro

Já adesão do seguro, o cliente deve fazer inspeção e é preciso aguardar a seguradora avaliar o caso e liberar o seguro, para que só assim seja paga a primeira parcela.

Análise de risco Proteção

De acordo com informações qualquer usuário pode pedir adesão da proteção veicular. Contudo, ela é feita de maneira simples e não tem análise nem do perfil motorista nem do próprio veículo.

Análise de risco Seguro

Já no seguro de automóveis a seguradora analisa todo o perfil do segurado, isso significa que ela irá considerar diversos itens como, a experiência no trânsito, o quanto foi usado o carro, a idade do motorista e onde o veículo costuma ficar estacionado. Todos esses fatores para que não haja riscos de um automóvel sofrer um acidente.

Apólice

Vamos falar agora sobre apólice, começando pelo seguro. A apólice deste é bastante detalhada e é através desse documento que você tem tudo especificado. Aliás, todos os direitos e deveres do segurado e também da seguradora para que assim não exista nenhum risco de conflito se acaso venha acontecer algo.

Já apólice da proteção veicular, por outro lado, nem existe, apenas é redigido um contrato de responsabilidade onde é estabelecido todos os deveres e riscos dentre os associados. Muito mais simples menos burocrático  que a apólice de seguro.

Agora vamos falar sobre a cobertura?

Aqui existe certa semelhança entre a cobertura do seguro e da proteção veicular. Basicamente as duas oferecem proteção contra roubo, incêndio, furto, colisão, indenização a terceiros e serviço 24h00 de guincho. Existe uma cobertura extra com a proteção de vidros, lanternas e faróis que costuma ser contratada a partir do seguro veículos.

Valores

Será que os valores são tão diferentes um do outro também? Por mais que tenham semelhanças, a proteção veicular tem seus valores pagos mensalmente, aliás o custo da contratação é menor do que o seguro veículos. Porém, há a diferença nas parcelas, sendo a do seguro fixas e a da proteção não. O valor da proteção é  variável dependendo do caso de cada automóvel, ou seja dependente do prejuízo acumulado é paga o valor da mensalidade.

Pagamento da indenização como funciona

Bem, vamos começar com o seguro de automóveis, pois a regra é determinante, sendo a indenização paga em até 30 dias, isso conforme a lei estabelecida. Agora a proteção veicular o consumidor será indenizado, mas antes devem ser calculado o valor de acordo com caixa existente no grupo e o prazo pode ser mais longo.

No caso da proteção veicular de acordo com algumas pessoas que a fizeram a indenização sai bem abaixo do mercado, afinal de contas os valores dependem do fluxo dos associados. No seguro é respeirado o valor de mercado do veículo que você consultar através da  tabela Fipe.

Cancelamento

Uma das coisas que mais aterrorizam dos clientes é a hora do cancelamento, ou seja você comprar um produto e na hora que quiser cancelar é uma burocracia enorme. Vamos ver como funciona no seguro de automóveis e na proteção veicular? No seguro, o assegurado pode cancelar o produto a qualquer momento, só é preciso deixar pago o valor proporcional ao período que utilizou.

A proteção veicular costuma ter uma permanência mínima de 180 dias e só assim o serviço é cancelado, ou seja o usuário terá que pagar multa caso queira sair antes desse período, então fique atento!

Gostou? Esses foram todos os detalhes principais sobre o seguro de veículos e a proteção veicular agora falta você decidir o que é melhor para o seu perfil. Veja também: Comprar carro sem entrada: saiba como funciona!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *